Referenciais teóricos - Dramaturgias Radicais

ARAUJO, Stefanne Emily Sousa. Sufixos –ismo e -(i)dade: semântica e produtividade. Brasília: Universidade Católica de Brasília (monografia de conclusão de curso), 2012.

ARIÈS, Philippe [1975]. História social da criança e da família. Rio de Janeiro: LTC, 2011.

ARISTÓTELES [IV a. C.]. Poética. In: Aristóteles: volume II. São Paulo: Nova Cultural, 1987.

ARTAUD, Antonin [1938]. O teatro e seu duplo. São Paulo: Martins Fontes, 1993 . 

BAKHTIN, Mikhail [1986]. Estética da criação verbal. 6ª. Ed. São Paulo: Martins Fontes, 2010.

BAKHTIN, Mikhail [1975]. Questões de literatura e de estética: a teoria do romance. São Paulo: Hucitec Editora, 2010. 

BAKHTIN, Mikhail [1965]. Cultura Popular na Idade Média: o contexto de François Rabelais. São Paulo/Brasília: Hucitec/Editora Universidade de Brasília, 2008. 

BARAÚNA, Tânia. “Pedagogia do Oprimido de Paulo Freire e a Metodologia do Oprimido de Augusto Boal”. In: LIGIÈRO, Zeca; TURLE, Licko; ANDRADE, Clara de (org.). Augusto Boal: Arte, Pedagogia e Política. Rio de Janeiro: Mauad X, 2013.BARBA, Eugenio. “Corpo Dilatado”. In: BARBA, Eugenio; SAVARESE, Nicola [1983]. A arte secreta do ator: Dicionário de antropologia teatral. São Paulo: Hucitec Ed. da Unicamp, 1995 .

BARBA, Eugenio. “Dramaturgia”. In: BARBA, Eugenio; SAVARESE, Nicola [1983]. A arte secreta do ator: Dicionário de antropologia teatral. São Paulo: Hucitec Ed. da Unicamp, 1995 .

BARBA, Eugenio; SAVARESE, Nicola. “Equilíbrio”. In: BARBA, Eugenio; SAVARESE, Nicola [1983]. A arte secreta do ator: Dicionário de antropologia teatral. São Paulo: Hucitec Ed. da Unicamp, 1995 .

BENEDETTI, Lúcia. Aspectos do teatro infantil. Rio de Janeiro: Ministério da Educação e Cultura / Serviço Nacional do Teatro, 1969.

BENJAMIN, Walter. Reflexões sobre a criança, o brinquedo e a educação. São Paulo: Duas cidades, 1984. 

BETTELHEIM, Bruno [1976]. A psicanálise dos contos de fada. São Paulo: Paz e Terra, 2012. 

BOAL, Augusto [1975]. Teatro do Oprimido e outras poéticas políticas – 8ª ed. – Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2008.

BOURDIEU, Pierre. O poder simbólico. Lisboa: Difel,1989.

BRECHT. Bertold. Teatro dialético: Ensaios. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1967.

BRECHT. Bertold. La política en el teatro. Editorial Alfa Argentina: Buenos Aires, 1972.

BROOK, Peter [1993]. A Porta Aberta. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2000.

CAMAROTTI, Marco. A linguagem no teatro infantil. Recife: UFPE, 2005. 

CARDULLO, Bert. “Enter Dramaturgs”. In: CARDULLO, Bert et al. What Is Dramaturgy. [S.L.]: P Lang, 1995.

CHARTIER, Roger. O Mundo como Representação. Estudos Avançados. Online, 1991, vol.5, n.11, p.173-191. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-40141991000100010. Acesso em: 22 mar. 2019. 

COELHO, Maíra Castilhos. A presença de corpos ausentes: A fantasmagoria de Denis Marleau em os cegos de Maurice Maeterlinck. Porto Alegre: Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2012

COHN, Clarice [2005]. Antropologia da criança. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2009.  

CONSONI, Karina Federle. Comentário sobre a peça Peteca, Pião e Pique-Pessoa. Publicado na página do trabalho na rede social Facebook, em 21 abr. 2018.

CORSO, Diana; CORSO Mario. Fadas no divã. Porto Alegre, Artmed Editora, 2006. 

COSTA DIAS, Luciana da. Das Lacunas e do Diálogo: as origens da tragédia na Grécia Antiga. Revista Cena. Porto Alegre, n. 23, p. 62-70, set./dez. 2017. Disponível em: http://seer.ufrgs.br/cena. Último acesso em 18 abr. 2019.

DE MARINIS, Marco. En busca del actor y del espectador. Comprender el teatro II. Buenos Aires: Galerna, 2005. 

DUBATTI, Jorge. Teatro-Matriz, Teatro Liminal: Estudios de Filosofía del Teatro y Poética Comparada. Ciudad Autónoma de Buenos Aires: Atuel, 2016. 

DURKHEIM, Émile; MAUSS Marcel [1903]. Algumas formas primitivas de classificação. In:  DURKHEIM, Émile. Sociologia. São Paulo: Ática, 1981.

ELKONIN, Daniil B [1976]. Psicologia do Jogo. São Paulo: Martins Fontes, 2009.

EAGLETON, Terry. Introduction. In: EAGLETON, Terry (ed.). Ideology. England: Longman Group UK Limited, 1994. 

ESSLIN, Martin. The Role of the Dramaturg in European Theater. In: CARDULLO, Bert et al. What Is Dramaturgy. [S. L.]: P Lang, 1995.

FÉRAL, Josette. Theatricality: The Specificity of Theatrical Language. SubStance. University of Wisconsin Press, Vol. 31, No. 2/3, Issue 98/99: Special Issue: Theatricality (2002 [1988]: pp. 94-108. Disponível em http://www.jstor.org/stable/3685480. Último acesso em 07 abr. 2019. 

FÉRAL, Josette. Por uma poética da performatividade: O teatro performativo. Sala Preta, Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da Universidade de São Paulo, n. 8, p. 197-210. 2008.

FERREIRA, Diego. Canto de Cravo e Rosa RS. In: Blog Olhares da Cena. Disponível: http://olharesdacena.blogspot.com.br/search/label/CANTO%20DE%20CRAVO%20E%20ROSA%20%28RS%29 Último acesso em 17 jul. 2019.

FLESLER, Alba. As intervenções do analista na análise de uma criança. O infantil na psicanálise: Revista da Associação Psicanalítica de Porto Alegre, Porto Alegre, n. 40, p.18-30, jan./jun. 2011. 

FLORY, Alexandre Villibor. Apontamentos sobre a recepção de Bertolt Brecht no Brasil via Anatol Rosenfeld. Pandaemonium Germanicum, São Paulo, v. 16, n. 22, p. 55-83, dec. 2013. ISSN 1982-8837. Disponível em: <https://www.revistas.usp.br/pg/article/view/80104>. Acesso em 29 ago. 2017. 

FOUCAULT, Michel [1984]. "A ética do cuidado de si como prática da liberdade". In: Ditos & Escritos V - Ética, Sexualidade, Política. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2004.

FREIRE, Paulo [1968]. Pedagogia do Oprimido. 60ª edição. Rio de Janeiro/São Paulo: Paz & Terra, 2016 .

GARFINKEL, Harold. Studies In Ethnomethodology. New Jersey: Prentice-Hall, 1967.

GIL, João Pedro Alcantara. A abordagem dialética na pesquisa de teatro e educação. CENA, Porto Alegre, Departamento de Arte Dramática da UFRGS. n. 3, p. 59-66. Novembro de 2004.

GIL, João Pedro Alcantara. O significado do jogo na educação infantil. Dissertação (mestrado). Universidade Federal de Santa Maria. Programa de Pós-Graduação em Educação: Santa Maria, 1991.

GIL, João Pedro Alcantara. Para além do jogo. Tese (Doutorado). Universidade Federal de Santa Maria. Programa de Pós-Graduação em Educação: Santa Maria, 1999. 

GIL, João Pedro Alcantara; JUGUERO, Viviane. O papel do mediador quando a escola vai ao teatro. Arte SESC: Revista do Sistema Social do Comércio. Porto Alegre, n.20, p.10-16. Segundo semestre de 2016. 

GIL, João Pedro Alcantara; JUGUERO, Viviane. The role of the mediator when the school goes to theater. Online: ASSITEJ, 2017. Disponível em http://www.assitej-international.org/en/2017/11/the-role-

site produzido por metamorfose - agência digital